Já começou a Operação "Floresta Segura" 2019 no Concelho de Mafra

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza, durante quatro dias, uma ação de sensibilização alargada da comunidade do Concelho de Mafra, no âmbito da operação “Floresta Segura 2019”, a qual abrange todo o território nacional. Os militares do Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) e do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) identificam e georreferenciam situações de incumprimento na manutenção de terrenos florestais, alertam pedagogicamente para a necessidade da respetiva limpeza pelos proprietários e divulgam procedimentos em matéria de uso do fogo em queimas e queimadas, remoção de matos, manutenção de faixas de gestão de combustível e medidas de proteção de aglomerados e de autoproteção.

Na apresentação da Operação “Floresta Segura 2019”, cerimónia que contou também com a participação de Presidentes das Juntas/ Uniões de Freguesia e de Comandantes e Bombeiros das três Corporações do Concelho de Mafra, o 2.º Comandante do Comando Territorial de Lisboa da GNR, Tenente-Coronel Alves, sublinhou o forte empenho dos militares na atuação preventiva, em cooperação com as entidades locais, a fim de minimizar o número de ocorrências de incêndios florestais durante a denominada época crítica.

O Presidente da Câmara Municipal, Hélder Sousa Silva, registou a oportuna atividade de sensibilização desenvolvida pela GNR, contribuindo para a promoção de bons comportamentos e para o envolvimento da comunidade, na medida em que a Proteção Civil é uma tarefa de todos.

O edil destacou o trabalho conjunto que tem sido realizado pelos agentes locais de Proteção Civil, nomeadamente desde a constituição, em 2006, do Dispositivo Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios, uma estrutura que, baseada na gestão eficiente de recursos, tem contribuído para uma redução progressiva da área total ardida, na ordem dos 80%. No âmbito da atividade de prevenção, evidenciou a criação de faixas de gestão de combustível, designadamente através da silvicultura preventiva e do fogo controlado, assim como o reforço das ações pedagógicas, em particular junto da população escolar.

O autarca fez notar que, se a diminuição da área ardida em anos anteriores evidencia a eficácia do trabalho desenvolvido pelo Dispositivo, ela também traduz o aumento da carga combustível acumulada nos terrenos, pelo que apelou à corresponsabilização de toda a comunidade para que a floresta seja cada vez mais segura.

Operação "Floresta Segura 2019" - Concelho de Mafra