Linhas de Torres: preservar, divulgar e valorizar

O Centro de Interpretação das Linhas de Torres, integrado no Posto de Turismo de Mafra, tem uma nova exposição permanente, tendo como tema principal o quartel-general que, à época das Invasões Francesas, estava instalado no Palácio-Convento de Mafra.

Introduziu-se um novo conceito expositivo: mais gráfico e moderno, utilizando as novas tecnologias; mais interativo, integrando uma réplica do telégrafo de ponteiro e também materiais recolhidos nas escavações arqueológicas realizadas nos fortes situados no Concelho de Mafra; e mais acessível, ao nível da linguagem.

Este Centro integra-se na Rota Histórica das Linhas de Torres, um projeto desenvolvido pelos municípios de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, financiado pelo EEA Grants e destinado à preservação e divulgação do património comum destes municípios: as fortificações defensivas construídas no início do século XIX para defender Portugal face às Invasões Francesas.

O Centro de Interpretação das Linhas de Torres, localizado no Posto de Turismo de Mafra, está aberto todos os dias, de segunda a domingo, das 10 às 13 e das 14 às 18 horas. A Câmara Municipal disponibiliza visitas guiadas, com acompanhamento de técnicos municipais, mediante marcação prévia.

Centro de Interpretação das Linhas de Torres - Mafra